Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Soap Ballons & A Cup of Coffee

Pensamentos. Desabafos. Raciocínios.

Soap Ballons & A Cup of Coffee

Pensamentos. Desabafos. Raciocínios.


25
Dez08

A hipocrisia da quadra

A hipocrisia da quadra natalícia, vulgarizada pelo mediático espírito de Natal dá-me náuseas. Este ano tentei uma coisa diferente. Este ano só disse "Feliz Natal" a quem desejo, efectivamente, que o tenha... não é porque o colega da 4ªclasse com quem nunca mais falei enviou um sms daqueles "se um pombo te cagou em cima, tens sorte porque as renas nesta altura do ano também voam...feliz natal", porque, possivelmente, me encontrou numa "mailing list", que vou retribuir os votos.

Também não vou distribuir "Bom ano" a ninguém. A hipocrisia desta frase aplicada nesta altura é fenomenal. Em vez de dizer "Bom ano", prefiro durante o ano inteiro, fazer algo que ajude a que os que me são queridos tenham um bom ano! Ou então desejar "bom dia", "bom mês", "boa semana"... é que o "bom ano" é algo que se diz no final do presente ano e depois se esquece... não, não podemos deixar que estes votos se vulgarizem. Tanta hipocrisia junta...

Eu adorava o Natal, ainda gosto. Mas este ano tentei ser diferente, preferi dar e não receber, preferi pensar em cada presente com espírito e em como se adequava à pessoa a quem o queria oferecer... este ano não quis massificar o Natal, não usei a quadra para comprar artigos para mim e dizer que foi A,B ou C que ofereceu.

Este ano sim, tive um Natal... daqueles em que estamos reunidos à mesa e unimos as mãos; tive o privilégio de ser porta-voz da família para dar graças ao Universo pelo facto de estarmos todos juntos na Consoada, com saúde e muito amor.

Este ano não desesperei pela hora de abrir os presentes, nem me stressei num centro comercial na manhã de 24 para comprar as últimas recordações. Este ano não me entristeci porque não recebi qualquer coisa que queria mesmo, simplesmente porque este ano nada queria receber. Ainda assim e, como o Natal tem destas coisas, recebi no coração a paz que preciso para ser feliz, ao fechar os olhos senti na pele o calor dos mimos da minha família e, ao abri-los novamente, tinha o retrato que quero para sempre presente na minha memória.

Sim, foi um Feliz Natal!

 

 

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.