Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Soap Ballons & A Cup of Coffee

Pensamentos. Desabafos. Raciocínios.

Soap Ballons & A Cup of Coffee

Pensamentos. Desabafos. Raciocínios.


24
Out07

Sem Alarme

"Sem Alarme" - assim se chamará o livro que se não for oportunamente escrito por ti, eu encarregar-me-ei de o fazer.

Porque sem alarme foram as palavras proferidas naquele dia em que a nossa vida deu um tombo, qual montanha russa que lentamente sobe ao topo e em fracções de minutos desce veloz, descontrolada, sem que tenhamos mão nela.

A nossa vida é uma montanha russa, presumo que todas as vidas de todas as pessoas no mundo o sejam. E tão depressa estamos lá em cima como no minuto seguinte estamos no fundo do poço. E, às vezes, é realmente difícil sair do poço... especialmente quando se leva uma vida inteira a construir, batalhar, lutar contra as adversidades e em vez de alcançar a paz de uma velhice bem gozada se encontram novos desafios, difíceis, cada vez mais difíceis de ultrapassar.

Lutaste tanto... tanta luta, tanta revolta, tanta batalha... para quê? Nunca cruzaste os braços e sempre estiveste lá, de cabeça erguida, passando-me o exemplo do que é ser adulto e o que isso significa.

Por vezes sinto que não consigo, nem nunca conseguirei, chegar a ser adulta... não como tu. És mãe, esposa, amiga, mulher e esqueces-te muitas vezes de ti por te lembrares de nós; és o braço que sempre me envolveu, a mão que nunca me deixou cair, a única segurança que tenho no mundo cruel que me rodeia do qual só me apercebi agora. Quero voltar para dentro de ti, não por me sentir mais segura, mas porque penso que, por vezes, não vou aguentar a vida que é suposto levar, suportar... a vida que ainda agora me foi apresentada, mas que me atormenta todas as noites, porque a vivo durante o dia. Enquanto estiveres comigo vou ser sempre criança e, quando não estiveres, vou tentar lembrar-me e seguir o exemplo da minha heroína: a minha Mãe. 

 

Sem alarme pensámos nós...